Como a energia solar fotovoltaica pode beneficiar sua propriedade rural

usina-solar-pamiro-fotovoltaica-itajobi-araraquara-matao-sao-carlos-nexti-engenharia-2

A energia solar fotovoltaica já é conhecida e muita utilizada no meio urbano, mas ela pode ser ainda melhor aproveitada nas áreas rurais. Descubra como.

Você já deve ter ouvido falar de imóveis que utilizam a energia solar para diversos fins, e em como isso impacta positivamente o meio ambiente e a redução do valor nas contas de energia.

Como sabemos, os gastos com energia elétrica nessa área podem ser exorbitantes. Manter funcionando todos os sistemas necessários para uma produção agrícola forte faz com que um sistema convencional não seja a melhor opção.

Felizmente, graças aos avanços e penetração de mercado da tecnologia fotovoltaica, esse tipo de energia altamente eficiente e econômica já pode (e deve) ser utilizado em propriedades rurais

Afinal de contas, estamos falando de um país com uma das maiores incidências solares do mundo. E quando existem áreas com pouca interferência urbana para a captação dos raios solares (prédios, casas, estruturas), o aproveitamento e geração de energia é ainda maior.

Uma saída para a crise e para o crescimento

O agronegócio do mundo inteiro sofre uma constante pressão pelo aumento de produção, impulsionados pelo crescimento de consumo e população. Isso faz com que os produtores rurais tenham que se reinventar frequentemente para encarar os desafios do mercado.

Perante situações desse tipo, que também podem ser oportunidades de crescimento, muitos voltam seus olhos a novas tecnologias, buscando produções mais eficientes e econômicas.

Dentre as soluções, a principal talvez seja a busca por eficiência energética. Sabemos que até mesmo as estruturas básicas de bombeamento de água, iluminação, eletrificação das cercas e dessalinização podem consumir muita energia do produtor rural simples. Em áreas mais complexas, esses gastos se tornam definitivamente mais relevantes.

É então que entra em cena a energia solar fotovoltaica, que atua como uma ótima saída para a crise, devido a sua economia, e é uma estratégia de crescimento, visto que é um excelente investimento de longo prazo por ser uma opção energética muito mais eficaz e produtiva.

Com a independência do sistema fotovoltaico, o agricultor tem mais liberdade, confiabilidade e qualidade de energia elétrica. Isso porque ele pode contar com o sistema on-grid, “dentro da rede”, em uma tradução livre.

Sistema on-grid 

O sistema on-grid é utilizado em propriedades rurais que estejam ligadas à rede de energia comum. Nesse tipo de sistema fotovoltaico, o funcionamento é muito parecido com o que explicamos aqui

Nele, são instalados painéis fotovoltaicos nos telhados da propriedade ou no solo. Então, a energia gerada da reação entre a radiação solar e esses painéis é enviada para um inversor, que transforma essa energia em corrente alternada, para que você possa utilizá-la em eletrodomésticos normalmente, como geladeiras, micro-ondas e televisões.

A geração de energia nesse sistema on-grid permite que você possa criar um excedente de energia, ou seja, gerar mais do que consome. Quando isso acontece, parte da energia é armazenada para uso posterior e a outra parte é compartilhada com a rede elétrica pública, o que fará com que você tenha créditos na sua conta de luz.

Basicamente, quanto mais energia você gerar, maiores serão os seus créditos na conta. Essa economia pode chegar a até 95% do valor da conta. O pequeno restante do valor é cobrado da taxa de disponibilidade da rede pública.

Como você terá uma energia autogerada, ecológica e em corrente alternada (pronta para utilização), é claro que ela poderá ser utilizada em outras atividades da sua propriedade rural, seja para a produção ou manutenção das atividades.

E não é preciso se preocupar com a quantidade de energia. Antes de realizarmos uma instalação, averiguamos qual sistema deve ser instalado e sua capacidade de geração de energia, além, é claro, de darmos uma recomendação adequada para um sistema eficiente e econômico.

Um investimento que pode gerar muito mais que energia

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), existem quase mil consumidores rurais que utilizam a energia gerada pelo sol. Isso representa 5,4% do consumo desse tipo de energia no País.

Para o segmento de pequenos geradores de energia, como o agricultor familiar, a expectativa é de um crescimento de 97% na utilização de energia fotovoltaica ainda em 2019.

Para o agronegócio como um todo, envolvendo produções como a leiteira e a avicultura, os benefícios também podem ser sentidos. 

A produção de leite depende de um fluxo constante de energia elétrica, que muitas vezes é algo instável em regiões rurais, o que pode ocasionar uma grande oscilação da produção.  

Uma solução que vem sendo utilizada é a energia fotovoltaica como backup desses sistemas, permitindo uma produção ininterrupta e mais eficiente.

Já para a avicultura, segundo o portal do segmento Avicultura Industrial, a energia aparece como o item mais custoso para a produção de granjas, sendo responsável por até 27,50% dos gastos totais.  Com uma produção de energia própria através de um sistema fotovoltaico, esses gastos podem chegar a um valor próximo a zero.

Gostou dos benefícios apresentados e quer saber mais sobre a energia fotovoltaica? Entre em contato conosco pelo telefone (16) 98211-1899 ou clique aqui para fazer um orçamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×