Quais são os tipos de energia solar?

Energia Solar, quais os tipos de energia solar, energia fotovoltaica

O termo “energia solar” já é amplamente difundido, ainda que seu uso não seja tão grande. Porém, muitas pessoas confundem suas variações e finalidades

Energia solar. O termo se popularizou na virada do século 21 e foi recebido com grande euforia pela mídia e público geral. Tinha as características do herói que nos salvaria do grande vilão que sucedeu as armas nucleares: o aquecimento global.

Vinte anos atrás já estávamos cientes das consequências catastróficas que o uso contínuo de energia não renovável nos traria. Por isso, a energia solar foi divulgada com tanto otimismo. Era (talvez ainda seja) quase tudo o que precisávamos: uma energia que poderia ser gerada em qualquer lugar do mundo, de forma limpa e inesgotável. Nesse quesito, o planeta estava a salvo.

Com isso, muitas empresas viram seu potencial e investiram fortemente na aplicação e, principalmente, na divulgação da energia solar. Logo, ficou fácil confundir os diferentes tipos de energia e suas finalidades.

Foram criados muitos termos, como energia solar térmica, energia solar heliotérmica e a própria energia solar fotovoltaica. Apesar de terem a mesma base, suas diferenças são grandes. Por isso, vamos explicar a respeito de cada uma. Confira:

Energia heliotérmica

Amplamente utilizada por indústrias, a energia heliotérmica tem seu funcionamento baseado na concentração de raios solares em um único lugar, como um fresnel ou um disco parabólico. Para isso, são utilizadas dezenas (ou mais) de refletores, que direcionam os raios para o receptor. Geralmente, o receptor é posicionado em uma torre alta o suficiente para que os refletores, que estão no solo, possam ser totalmente aproveitados.

Uma vez que o receptor é aquecido, o fluído térmico que há em seu interior gera vapor, que faz movimentar uma turbina e, posteriormente, acionar um gerador que produz energia elétrica.

Seu funcionamento é muito parecido com o de uma usina termoelétrica. Essa, no entanto, utiliza da queima de combustíveis não renováveis para o seu funcionamento – o que causa um impacto extremamente negativo no meio ambiente. Quando falamos de aquecimento global, as termoelétricas podem ser consideradas as piores fontes de energia.

O processo heliotérmico imita de forma eficiente a geração de energia de uma usina termoelétrica, mas sem causar impactos ambientais. Além do mais, não há desperdício. Quando o receptor recebe mais energia (calor) do que o necessário para o consumo, o excedente pode ser armazenado para que seja utilizado posteriormente. Uma ótima solução para dias nublados e com pouca radiação solar.

O que não é um problema para o nosso país. O Brasil é um dos países com maior potencial para geração de energia heliotérmica, uma vez que a incidência de raios solares é extremamente alta. No entanto, ainda não estamos nem entre os 10 países que mais utilizam essa forma de energia.

Energia solar térmica

Este, talvez, seja um dos tipos mais conhecidos de energia solar. Diferentemente da energia fotovoltaica e da energia heliotérmica, esse sistema não transforma a radiação solar em energia elétrica, mas sim em aquecimento de ambientes, água e processos industriais.

Diversas residências, hotéis e parques utilizam dessa energia para manter suas piscinas e chuveiros aquecidos. Esse sistema proporciona uma grande economia de energia elétrica convencional, visto que o aquecimento (e o resfriamento) são alguns dos principais responsáveis pelo seu consumo.

Ainda que sua finalidade e funcionamento sejam diferentes da energia heliotérmica, essa também usa um fluído térmico que é aquecido por painéis solares, para que, então, uma bomba o transporte por tubos que envolvem um reservatório de água e a aqueçam.

Para que água quente e o aquecimento possam ser utilizados a qualquer hora do dia, seu reservatório possui um material isolante, impedindo que o calor gerado pelos painéis se dissipe.

Vale lembrar que a energia solar térmica é muito eficiente para cumprir suas finalidades, mas não é capaz de atuar como fonte de energia elétrica – diferente de um sistema de energia termossolar, que possui finalidade e estrutura parecida da energia solar térmica, no entanto, ainda pode ser convertida como fonte de energia elétrica para mais atividades.

Energia fotovoltaica

A energia fotovoltaica assume um protagonismo nos diferentes tipos de energia solar. Sua utilização tem como objetivo economizar até 95% da sua conta de energia, podendo atuar quase que completamente como substituta da energia elétrica convencional.

Para explicar mais detalhadamente a respeito, escrevemos uma matéria especialmente para esse tipo de energia. Clique aqui e confira.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×